Quais antibióticos podem cortar o efeito do Anticoncepcional? - Informe Saúde

Quais antibióticos podem cortar o efeito do Anticoncepcional?

Os antibióticos são a muitas décadas taxados como os grandes vilões da contracepção hormonal, seja em forma de pílula, adesivo, injeção, implante. No entanto, estudos recentes segundo as principais sociedades cientificas na área da contracepção, liberaram e seguiram as recomendações da Organização Mundial de Saúde que apontam os medicamentos que realmente podem ter interação com as pílulas anticoncepcionais, podendo assim diminuir o efeito ou até corta-lo, deixando a mulher desprotegida de uma gravidez indesejada.

Quais antibióticos podem cortar o efeito do Anticoncepcional?
  • Amoxilina
  • Carbamazepina
  • Cefalexina
  • Doxiciclina
  • Vibramicina
  • Griseofulvina
  • Oxcarbazepina
  • Etosuximida
  • Fenitoina
  • Fenobarbital
  • Primidona
  • Lamotrigine
  • Rifampicina
  • Ritonavir
  • Topiramato
  • Hipericão
Quais medicamentos não cortam o efeito do Anticoncepcional?
  • Metotrexato
  • Nimesulida
  • Nitrofurantoína
  • Omeprazol
  • Paracetamol
  • Pílula do Dia Seguinte
  • Sibutramina
  • Voltaren
  • Fluconazol
  • Omeprazol
  • Ibuprofeno
  • Amitriptilina
  • Anti-inflamatório
  • Azitromicina
  • Bactrim
  • Domperidona
  • Fluoxetina 
  • Ivermectina
  • Meloxicam
  • Naratano
  • Meloxicam
  • Paroxetina
  • Entre outros.
Sabe-se que nenhum método anticoncepcional é 100% garantido, por este motivo, recomenda-se que sempre que estiver em período de tratamento com antibióticos a mulher se proteja durante o período que estiver tomando os medicamentos, e 7 dias após o tratamento, tomando o anticoncepcional continuamente, após esses 7 dias sua proteção terá voltado, evitando assim uma gravidez indesejada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages