Quais são as principais diferenças entre o diabetes tipo 1 e tipo 2? - Informe Saúde

Quais são as principais diferenças entre o diabetes tipo 1 e tipo 2?

No paciente com diabetes tipo 1 o pâncreas deixa de produzir insulina. Isso faz com que a subida do açúcar no sangue seja súbita e muito exagerada. Além disso, a falta absoluta de insulina dá origem à produção de substâncias tóxicas no organismo, por isso, é  recomendado o uso de insulina, que é um medicamento injetável.

Já no tipo 2, o pâncreas produz insulina, porém, essa produção não acontece nas quantidades necessárias, o organismo não responde à insulina como devia, ou não produz insulina da maneira que deveria, tendo como resultado a elevação anormal e progressiva dos níveis de "açúcar" no sangue.

O tratamento para o tipo 1 é a injeção de insulina, sendo importante fazer o autoexame para verificar sua glicose em casa e manter-se atento aos níveis elevados. Isso é possível através de um aparelho chamado glicosímetro, dispositivo capaz de medir a concentração exata de glicose no sangue.

Para o tipo 2, também poderá ser adotado esse procedimento, porém é mais comum o uso de medicamentos específicos para diabetes.

A diabetes tipo 2 pode ser prevenida com a manutenção de um peso adequado, alimentação balanceada e a prática regular de exercícios físicos. Já a tipo 1 é uma doença autoimune (na qual o organismo combate suas próprias células e tecidos), e não há prevenção.

No tipo 1, existe a relação hereditária e o diagnóstico geralmente ocorre durante a infância ou adolescência. No tipo 2, é relacionado à outros fatores, como a obesidade e falta de atividades físicas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages